domingo, fevereiro 08, 2015

Exaustão da vida moderna

Ando tão sobrecarregada que às vezes acordo e tenho até medo de abrir os olhos. É família. São os cachorros. Trabalho. E como moro fora do Brasil, é limpeza, cozinha e uma eterna pilha de roupas para lavar, dobrar e guardar. E como tenho um projeto voluntário pessoal (leia aqui sobre o Word Rocks Project), preciso arranjar tempo para cuidar dele todos os dias. E ainda tem a vida social. Os cafés muitas vezes nunca tomados com as amigas. E este mundo eletrônico que manda WhatsApp sem parar. E todos os mails que não consigo responder. E os livros que não tenho tempo para ler. As revistas que não consigo folhear e os filmes que demoro a ver. Sem falar na prática de exercício, nula, sempre empurrada para o ano seguinte.

Aposto que você se reconheceu no primeiro parágrafo, não? Esta danada da vida moderna que tanto nos exige mas que ainda não arrumou jeito de aumentar as 24 horas do relógio para 30 horas diárias. E a culpa de não dar conta de tudo e muito menos de dar conta de tudo de maneira perfeita.

Exaustão??!!

Lápis e papel na mão para notar alguns florais que podem ajudar!

O Elm (Bach) é para aqueles que sofrem porque sua carga de responsabilidades é grande demais e ele pensa que não vai dar conta. Esta aflição mental vira angústia no coração. A essência resgata a segurança, dissolvendo as dúvidas e a sensação de incapacidade e também revitalizando os centros de energia do corpo.

Os tipos Oak (Bach) são extremamente responsáveis e tem uma força de vontade enorme. Justamente por esta capacidade e vontade férrea não percebem os limites do corpo e não deixam de lutar nunca. Pedir ajuda é algo que nunca lhes ocorre. Quando ficam doentes se desesperam! O floral ensina que a força precisa ser usada com sabedoria. Flexibilidade e equilíbrio são importantes para não chegar ao desgaste. 

Para quem faz esforço além da conta e somatiza este esgotamento através de tensão e dor muscular, Dandelion (Califórnia, na foto) ajuda a dissolver a compulsão pelo excesso de atividades e responsabilidades.


terça-feira, fevereiro 03, 2015

Use sua sensibilidade a seu favor

Há alguns anos meu filho me surpreendeu com o seguinte comentário: "O mundo seria um lugar horrível se as mães não existissem". Quando perguntei o motivo, ele explicou e, de quebra, deu vários exemplos. Trocando em miúdos, o mundo que para ele às vezes parece tão assustador é um lugar onde não existe a sensibilidade feminina. Traduzindo as palavras de uma criança: seria um mundo sem colo, carinho e nem suavidades. Sem pausa para delicadezas e pequenos cuidados. Com ouvido pouco atento à voz da intuição ou tampouco o olhar terno e amoroso às necessidades do outro. Sem calma e paz na loucura do dia-a-dia.
A sensibilidade reside dentro de cada um de nós e obviamente se expressa de maneiras diferentes. Mas, em linhas gerais, na mulher este sentimento é, sem dúvida, mais aguçado. A compaixão, a empatia, a ternura, a emoção à flor da pele estão totalmente associados à imagem feminina.

A FORÇA DA SENSIBILIDADE

É uma pena, entretanto, que muitas vezes sensibilidade seja tomada como sinal de fraqueza. Em um mundo que cada vez mais dá espaço para a razão, a competitividade, a força e a agressividade como ingredientes vitais para uma receita de sucesso, ser sensível poder ser considerado uma debilidade, o que é uma injustiça e um erro. A humanidade precisa desta sensibilidade feminina para deixar tudo mais ameno, delicado e aprazível. Mais fácil de viver e conviver. Esta sensibilidade que aconchega, ampara e presta atenção a tudo o que vem do coração.
Na vida é preciso ter suavidade, doçura e leveza. Ser sensível é saber ouvir e respeitar a opinião alheia, conciliar as diferenças, minimizar os problemas, agregar o que está inconciliável. E isto a mulher faz tão bem, tão bonito!
Permita-se deixar aflorar seu lado mais sensível. Aqui estão algumas sugestões:
  • Sua sensibilidade e suas emoções são mensageiras do que está dentro de você. Negá-las é como negar quem você realmente é. Entendê-las e expressá-las positivamente ajuda a fluir melhor na vida pois assim você reage melhor aos desafios, melhora sua capacidade de se comunicar com os outros e, por consequência, passa a vivenciar relações mais satisfatórias.
  • Meditar ajuda muito a entrar em contato com quem você realmente é. Manter um diário também é excelente para o autoconhecimento. Lá escreva sem pudor sobre como você se sente e se coloca no mundo. E depois de alguns dias, releia com carinho o que escreveu. Repita para você mesma frases como "Eu aceito minha sensibilidade como canal de expressão" e perceba se você fica confortável e confiante ao dizer isto.
  • Outra maneira de entender esta sensibilidade é prestando atenção ao que o seu corpo diz. Borboletas no estômago, tensão nos músculos, dor de cabeça podem dizer muito do que está dentro de você.
  • Exponha abertamente seu amor aos outros, não tenha vergonha dos dias de mau humor que a TPM pode trazer, da raiva que surge diante de situações de injustiças, do choro fácil que brota num momento de tristeza. Tudo isto faz parte de você também e colocá-los para fora só lhe torna mais humana.
  • Meditar é uma maneira mais do que comprovada de profundo autocuidado tanto para mente quanto para o corpo. Dedique alguns minutos do seu dia para acessar este lugar dentro de você, onde é possível sentir uma paz restauradora e onde há a chance de encontrar apenas uma pessoa: você mesma. Ao se encontrar, preste atenção aos seus sentimentos, aceite-os, entenda-os. Entendendo-os, você consegue expressá-los melhor.


Por mais que a correria do dia-a-dia ou as exigências de um mundo cruel cobrem de nós vestir a capa de Super-Mulher para que possamos dar conta de tantas pressões, não deixe nunca suas emoções escondidas embaixo da pele. Cabe a nós, mulheres, manter acesa a chama desta força que reside na sensibilidade.

quinta-feira, dezembro 11, 2014

De braços abertos para o novo

É comum chegar a um momento da vida e, que é preciso abrir mão do velho e deixar entrar o novo.  Existe um um floral que trabalha na pessoa justamente a necessidade de deixar ir o que não serve mais para o que vale a pena chegar com tranquilidade.

Das essências do Deserto, Bless the old, embrace the new é indicada quando a pessoa precisa começar algo novo (um projeto, um trabalho, um relacionamento) mas não consegue abrir mão do passado ou de hábitos antigos, porém, desnecessários.


Este composto floral traz a capacidade de reconhecer que o momento de mudar chegou. Tome algumas gotinhas, abençoe seu passado, reconheça o que de bom você pode tirar das experiências, sinta-se grato pelo aprendizado, integre esta sabedoria mas feche o ciclo e comece vida nova!

segunda-feira, dezembro 08, 2014

Mês de Dezembro com os ares da casa renovados


Costumo dar esta dica de florais para datas especiais. Aniversários, casamentos, festas, pequenas reuniões, encontros a dois. E, como não poderia deixar de ser, Natal e virada de ano.

É simples de preparar e realmente deixa tudo mais leve e renovado. Serve para limpeza do ambiente, proteção, boa convivência e abundância.





A receita é a seguinte:

Lantana
Walnut
Crab Apple
Holly
Abundância

Mandar manipular um vidro de 15 ml.

É preciso ter um daqueles vidros de spray de molhar planta. Encha o pote com água e pingue 21 gotas do floral. Então, vc pode "sprayar" pela casa.

Seguem abaixo as indicações de cada um dos florais:

Lantana (Minas) - bom para a harmonização do grupo.
Walnut (Bach) - Auxilia no recomeço de vida e no rompimento com velhos hábitos ou vínculos. Protege da negatividade.
Crab Apple (Bach) - atua como um depurativo para limpar as energias negartivas.
Holly (Bach) - instila a idéia de que o amor é a fonte de coesão de tudo. (foto)
Abundância (Gaia) - como o nome diz, ajuda no fluir da abundância do dar e receber amor. Traz os ventos da renovação e o fluxo das realizações e sonhos.

Feliz 2015!

domingo, novembro 30, 2014

Infelizmente, cada vez mais eu recebo contato de amigos no Brasil em busca de socorro e alento por um motivo triste. Todos foram reféns da violência urbana e estão em busca de que os florais amenizassem o trauma e posteriores consequências de assaltos a mão armada. 


Armas, bandidos, susto, choque, alívio de só ter sido dano financeiro. E depois, como conviver com este trauma numa cidade em que a violência é mais que rotineira? 

Alguns florais (Star of Bethlehem, de Bach, na foto, ou Ornithogalum, de Minas) funcionam no tratamento das 
situações traumáticas de choque emocional, em especial para quem passou por um susto muito forte, como no caso. A alma precisa de conforto, proporcionado por estes florais, que também acalmam as dores emocionais e resgatam o equilíbrio necessário para seguir em frente.


Afinal de contas, a vida não pára e não há como ficar trancada em casa. Estas duas essências florais são excelentes nestas situações emergenciais em que há choque emocional em virtude de acontecimentos ruins inesperados. Algo, infelizmente, cada vez mais comum no Rio de Janeiro.

domingo, outubro 19, 2014

Inspiração do dia

Você é linda


Conheça Word Rocks Project : distribuindo palavras positivas pelo mundo, uma pedra de cada vez.
Instagram: Word Rocks Project
Facebook: Word Rocks

terça-feira, outubro 07, 2014

Inspiração do dia




Hoje cedo bati o olho nesta frase genial da Cris Guerra.
Neste cansativo mundo de selfies ou de fotos pra mostrar
o tênis novo, a milésima xícara de café ou o passaporte com o
tíquete da próxima viagem, o outro passa mesmo a 
ter um papel cada vez menor na vida de cada um.

Comentando este meu pensamento outro dia com uma grande amiga, ela me
disse algo para pensar: na verdade, as pessoas sempre foram assim.  As redes sociais foram
 só como uma lente de aumento no comportamento de cada um.

E ainda tem gente que me pergunta por que saí do Facebook (há tempos) ou minha 
conta pessoal do Instagram é tão devagar quase parada. De verdade: não preciso
da aprovação alheia para me sentir feliz. Não tenho mesmo a menor
vontade de dividir cada passo da minha vida para que os
outros saibam o quanto estou feliz e me divertindo. Ou não.


É por isto que sigo encantada com o monte de gente que venho conhecendo.
Pessoas que gastam parte do seu dia, do seu dinheiro, dedicadas a projetos pessoais
para trazer sorrisos, levar uma palavra positiva ao outro, para mostrar
que se importa com o que está acontecendo do lado de fora de sua porta.
As lentes do seus smartphones são mais amplas. Elas não são usadas para
selfies em espelhos de banheiro mas para mostrar que dedicar-se a plantar
uma semente de amor no caminho do outro faz um bem danado pra alma.
E o mundo assim fica mais cheio de amor.

video

Pedras no meu caminho? Eu decoro com palavras positivas
e espalho pelo mundo para as pessoas encontrarem.
Instagram: Word Rocks Project


segunda-feira, setembro 22, 2014

Honestidade emocional

Honestidade emocional é quando a gente fecha a porta de casa e o silêncio dos nossos fantasmas falam alto dentro de nós.

Porque, sim, você pode vestir várias máscaras, você pode fingir um bocado, se esforçar para mostrar quem não é (e isto dá um trabalho danado) mas quando não resta ninguém e você mesmo é a única companhia que lhe resta para desfrutar, este pode ser um encontro bem doloroso.

Por trás desta postura externa, há ansiedade profunda e a dificuldade em lidar com a dor emocional. Difícil alguém acessar seu coração.

Pessoas assim _ que fazem de tudo para não lidar com suas dores e angústias _ encontram a paz com o floral Agrimony (foto), de Bach. Mas, uma paz interior e não uma aparente paz com o mundo, valorizada pelos outros.

Com o Agrimony, ao invés de mascarar a angústia com um verniz superficial, aprende-se a lidar honestamente com suas dores (quem não as têm?) e transformá-las positivamente. Negar os aspectos negativos da vida não leva ninguém a lugar nenhum. Saber encará-los e modificá-los, isto sim, é a grande sacada da vida!


quinta-feira, setembro 04, 2014

Florais para jet lag

Você viaja muito para outros países? Ou viaja de vez em quando mas também sofre com o jet lag? 

Seu problema tem solução! O composto floral australiano Travel Essence diminui a sensação de esgotamento que viajar através dos meridianos traz, permitindo que a pessoa chegue em seu destino mais descansada, equilibrada e com disposição para se habituar mais rapidamente ao novo fuso o horário.




***Jet lag é a fadiga de viagem decorrente de alterações no ritmo circadiano, período de aproximadamente um dia sobre o qual se baseia todo o ciclo biológico do corpo humano. Fonte: Wikipedia


quinta-feira, julho 24, 2014

Sobre os florais

Recebi há algum tempo um comentário de uma pessoa querida que vem sempre aqui. Achei maravilhoso o feedback que ela escreveu a respeito do post Vá ao dentista e... relaxe! pois me gerou uma boa reflexão e me deu a oportunidade de esclarecer alguns pontos sobre a terapia floral. Para preservá-la, vou copiar o comentário aqui e mantê-la em anonimato. 
_______________________________

Carol, 

Usei e abusei do Rescue ontem, algumas horas antes da consulta e na hora de entrar na sala tb... Infelizmente, não adiantou muito... Fiquei até decepcionada comigo mesma, estava me sentindo confiante na sala de espera, mas assim que sentei na cadeira o medo falou mais alto... Foi demorado, dolorido e traumático, até, mesmo com o floral, com as técnicas de respiração e as mentalizações que tentei fazer... E já fico nervosa pensando no retorno - semana que vem... 

_______________________________

Querida amiga,

Que pena todo este sofrimento na cadeira do dentista! Fiquei aqui aflita só de ler sobre sua agonia! Uma pena que o Rescue não tenha sido a escolha certa para você neste momento.

Os florais são, sim, maravilhosos e transformaram meu caminho numa caminhada muito melhor, mais leve, mais colorido e mais confiante nestes dez anos em que eu os utilizo. Assim como transformaram positivamente a vida da minha família e de meus clientes. Os casos de sucesso são tanto que não dá para contar!

No entanto, percebo que muitas pessoas esperam dos florais algo como “trago a pessoa amada em três dias”. Sim, muita gente me procura esperando das gotinhas um fenômeno que possa resolver o que muita coisa antes (alopatia, anos de terapia) não resolveu.

Milagres não acontecem. Embora muitas vezes pareça que sim. A terapia floral é um tratamento que precisa de cuidado e de continuidade. Assim como todos os outros. Reiki, terapia corporal, psicoterapia, medicina alopática.

Algumas pessoas me procuram, fazem uma consulta e ficam repetindo aquela fórmula infinitamente, mesmo que as questões e a vida tenham se transformado _ e elas sempre se transformam. A receita passa a ser inócua e, então, a pessoa me escreve novamente oito, dez meses depois decepcionada porque a fórmula que parecia tão maravilhosa no princípio já não funciona mais. É claro que não!

Os posts que aqui escrevo são para esclarecer e explicar mais sobre os florais e mostrar que eles podem ser um caminho natural e muito eficaz para a cura da alma, para a calmaria do coração, para o fortalecimento da autoestima e tantas outras coisas boas mais.

No entanto, é importante a orientação particular de um profissional na escolha das essências. Cada ser humano é único e tem sua história de vida singular, original que precisa ser avaliada como um todo para compor a receita dos florais. Um caso clínico que aqui escrevo, serve para exemplificar e não como um modelo pronto a ser copiado na íntegra.

Veja seu caso. Além dos florais você usou técnicas de respiração e meditação que também de nada amorteceram seu medo. Será, então, que você tem medo ou será pânico? Ou trauma? Sem dúvida há algo mais que precisa ser avaliado a fundo para entender. Seu exame foi dolorido? Aí é responsabilidade do dentista e não dos florais, da meditação ou das técnicas de respiração. Você diz também que foi longo...também é responsabilidade do dentista.

Deixo aqui, um parágrafo para reflexão. Por que quando há uma epidemia, um surto, uma virose algumas pessoas ficam doentes e outras não? Por que algumas pessoas reagem bem a um medicamento e outras não? Por que alguma pessoas se curam e outras não? Por que em algumas doenças graves algumas se recuperam e ganham uma sobrevida de dez anos enquanto outras vem a falecer?

A resposta está na alma de cada um de nós.

Agradeço a cada um de vocês que vem aqui ler, comentar, enviar e-mail, se consultar pois aprendo e cresço muito, de verdade, com cada pessoa com que tenho a oportunidade de trocar experiências, que é como eu defino meu trabalho como terapeuta floral: uma troca que alimenta minha alma e meu coração.

Meu carinho e muitas flores para todos!


Para ler mais sobre florais e automedicação, clique aqui.