segunda-feira, maio 18, 2015

Dizer não é necessário

O desejo dos outros é sempre uma ordem? Você esquece suas próprias necessidades para satisfazer a dos outros? Cede mesmo quando é por algo que lhe incomoda ou não lhe faz feliz? Então, antes que se sinta sobrecarregado e a insatisfação tome conta do seu peito, está na hora de você conhecer algumas essências florais que vão fortalecer sua vontade própria.

Ser gentil, solidário, prestativo, amigo e companheiro é muito bacana. Mas não tem nada a ver com negligenciar as próprias necessidades. É possível, sim, fazer coisas boas para outros, mas sem cair na síndrome de ser bonzinho em excesso.

As pessoas agem assim por diversos motivos. Pode ser auto-negação, timidez, submissão, fraqueza, baixa autoestima, passividade. Seja o que for, é preciso descobrir a força que há dentro de si. Fazer tudo pelos outros atrapalha não só o crescimento da própria alma, mas dos outros também.

Em outro nível, fazer tudo para agradar pode ser mais que uma negação dos próprios desejos. É também uma maneira de se iludir achando que está sendo amoroso e útil quando, na verdade, a pessoa só quer reconhecimento e aprovação. E, por isto mesmo, um NÃO em momentos apropriados e colocado com firmeza - mas também com amor - pode fazer muito bem a você e às pessoas do seu convívio.

Não destrua suas reservas de energia, alegria, criatividade, amor e tempo além dos seus limites! Confira abaixo florais que ajudam a fortalecer a força de vontade:

Centaury (Bach) - Este floral traz o poder da determinação e ensina a pessoa a dizer NÃO quando é necessário. Transforma a debilidade da vontade em grande capacidade de doação, sensibilidade e bondade, mas vindos de alguém que também reconhece as próprias necessidades e desejos.

Ruta (Minas) - Ideal para pessoas subservientes e tímidas que sucumbem facilmente ao desejo alheio. Muito boa para quem se deixa dominar facilmente, o popular "capacho".

quarta-feira, maio 06, 2015

Muito amor chegando em envelopes coloridos!


Com meu filho prestes a se formar no oitavo ano e preparando-se para começar a tão falada High School em agosto, quis dar a ele um presente especial.


Como a próxima escola será a sétima da tão jovem vida dele (e isto em três países diferentes!!!), pensei em algo que, além de marcar a formatura, fosse ao mesmo tempo um super incentivo a mais esta mudança que ele vai ter que encarar.


E acredito eu que não há nada melhor para isto do que … palavras! 

Então, caminhando certa manhã com os cachorros, a ideia veio. Pensei em pedir às pessoas que marcaram algum momento da vida do Antônio que mandassem um cartinha, uma carta, um cartão com palavras super positivas. 

Sim, sou antiquada, uma espécie de amante à moda antiga, que adora cultivar hábitos estranhos como frequentar os correios. Na verdade, amo! 

Mas, vamos combinar, neste mundo tecnológico de hoje, tem coisa mais gostosa do que receber um envelope escrito à mão?

Mandei o mail para família e amigos que imaginei que iriam topar a empreitada. Como escrever cartas já não é mais hábito de ninguém, imaginei que apenas uma pequena parte das pessoas iria se empolgar.

Para minha gigantesca surpresa, o meu pedido virou uma sensação!  

Isso mesmo que você leu. As pessoas simplesmente adoraram a oportunidade de deixar o teclado de lado e tirar o pó das canetinhas, os envelopes da gaveta, de ir às papelarias em busca de um cartão bacana e, mais que tudo, de poder escrever manualmente algumas palavras de amor.

No começo desta semana, os primeiros envelopes começaram a chegar. Amigos da primeira escola (no Brasil), amigos do Canadá, as primeiras professoras, muitos primos e tias, os avós, minhas amigas queridas!

Tem sido um deleite ir checar a caixinha de correio e me deparar com dois, três envelopes de vez e reconhecer a letras destas pessoas maravilhosas! Muito amor! Muito amor mesmo!

Escrevi tudo isto só para citar alguns florais que estimulam o amor e o interesse pelo próximo. Afinal, a gente vê tanta foto de 'gentileza gera gentileza' nas redes sociais mas muito pouca ação na vida real. E, vamos combinar, a vida fica muito, mas muito mais gostosa quando a gente distribui amor por aí!  

Chicory (Bach) - amo este floral. Ele estimula a doação amorosa sem esperar nada em troca do outro.

California Wild Rose (California) - desperta a capacidade de interessar-se pelos outros.

Holly (Bach) - para fazer brotar no coração o amor e a compaixão universal.

E que tal mandar uma cartinha para alguém que você sabe que vai adorar receber?!

E se você ainda não conhece meu projeto de amor distribuído em pedras pintadas pelo mundo todo, dá uma olhada no Instagram: Word Rocks Project. Porque o amor é o que dá sentido à vida.


quinta-feira, abril 23, 2015

Deixando a vida te levar

Um dos sinais do nosso tempo é o excesso de tarefas a serem cumpridas num dia de 24 horas. Ser um bom profissional, cuidar dos filhos, da casa, manter-se atualizado num mundo abarrotado de informações e ainda ter que achar um tempinho para cuidar de si mesmo é uma missão pra lá de puxada.
E se tudo isso já exige um bocado de esforço, o que dizer quando tentamos fazer tudo com perfeição total? A cobrança interna é enorme. Resultado: a cabeça não pára, os músculos vão se enrijecendo... E, se a agenda não é cumprida à risca, o pior: culpa, culpa, culpa!
A vida não é precisa como a matemática. Sendo assim, a palavra de ordem para viver melhor é flexibilidade. Saber fluir com a corrente dos acontecimentos e não ficar preso a resultados pré-estabelecidos e imutáveis aumenta nossa capacidade de ser feliz.
Os florais são excelentes para ajudar a desenvolver uma atitude flexível que permita a pessoa a seguir em frente aceitando os desvios dos acontecimentos de peito aberto. A vida é pulsante, imprevisível e não volta atrás. Que bom.

ESSÊNCIAS PARA APRENDER A ACEITAR O INESPERADO

Existem várias essências para aqueles que têm idéias cristalizadas e não aceitam os inesperados que surgem (no dia-a-dia e no próprio coração), tentando domar a própria existência com rédeas curtas e sofrendo quando percebe que isto é impossível.
  • Universe handles the details, das essências do Deserto, ensina que abrir mão de controlar tudo é uma experiência libertadora, mostrando que há sempre outros caminhos para sair de uma mesma situação.
  • Rock Water , de Bach, é bom para a rigidez mental. Seu uso ajuda no desenvolvimento da capacidade de adaptação, aliviando a mente das cristalizações padronizadas e ensinando a ter o famoso jogo de cintura. Apareceu um obstáculo, um fator inesperado? Contorne, pule, vença esta barreira e descubra que a vida é feita de infinitas possibilidades.
  • Entre os florais de Minas, há o Phyllanthus, muito similar ao Rock Water, indicado para aqueles que viram prisioneiros de sua inflexibilidade mental e emocional. Em geral são pessoas muito rígidas, rígorosas, sistemáticas e exigentes consigo mesmas A essência desperta a habilidade de aceitar e se adequar às alterações de percurso. O resultado? Liberdade interior.
Não deu tempo de passar no supermercado pra comprar vegetais orgânicos para o jantar? Relaxa! A vida é mesmo muito corrida, uma noite de sanduíches não faz mal a ninguém (experimente, seu filho vai a-do-rar!) e você vai se sentir mais livre de tantas cobranças.Afinal, onde está escrito que a perfeição é uma meta a ser atingida a todo custo?
Não se sinta sobrecarregado pelos objetivos que traçou ou pelos planos que sonhou, sejam eles para chegar ao fim do dia ou a daqui a 20 anos. A vida não é linear e – é bom deixar avisado – adora um improviso. Aproveitar a caminhada é uma maneira bem mais feliz e leve de viver do que ficar presa aos resultados pré-estabelecidos.

Para saber mais sobre a consulta online: carolinaareas@yahoo.com.br

segunda-feira, abril 13, 2015

Superando a Síndrome do Ninho Vazio

Recentemente cuidei de uma cliente que estava sofrendo com a Síndrome do Ninho Vazio, quando os filhos deixam a casa dos pais. No caso da cliente, a crise veio no momento em que a filha mais nova casou-se. A casa, antes cheia, de repente  ficou silenciosa demais e a saudade da prole bateu fundo.

Foi difícil para ela não ter mais os filhos por perto precisando dos seus cuidados. Assim como passou a sentir falta de não fazer mais parte da rotina diária deles. Saudades da companhia constante, dos jantares juntos em família, do café da manhã apressado na mesa da cozinha.

O coração foi ficando pesado, a vontade de chorar constante e, antes que o quadro evoluísse para uma depressão, ela me procurou.

Deixar-se levar pela saudade do que passou, sentir nostalgia constante e apego emocional ao passado impede muita gente de seguir adiante.

Sufocada pelo passado, a pessoa não encara o desafio da mudança e não dá o passo seguinte para a felicidade. E, sim, é sempre possível ser feliz agora.

Do composto floral que fiz para ela, destaco o Honeysuckle (Bach), que auxilia no desprendimento do passado e na capacidade de viver plenamente o presente. Assim como o Madressilva (Minas), para aqueles presos aos acontecimentos passados ou a locais distantes, sempre sofrendo a saudade do que já passou.

Nunca é tarde para estabelecer novos vínculos com pessoas e locais do presente. Reserve um espaço do seu coração para guardar as boas lembranças mas permita-se viver o que a vida está lhe oferecendo exatamente neste momento!

Se não, o tempo passa pela janela e as possibilidades de reconstruir a vida, começar um novo ciclo e viver novas experiências perdem-se na estrada!

Para saber mais sobre a consulta online: carolinaareas@yahoo.com.br

segunda-feira, março 23, 2015

Medo do desconhecido

Aquela vaga sensação de que algo ruim pode acontecer a qualquer momento. Um sobressalto se alguém toca em você. Pensamentos sobre a morte.

Se você se reconhece em alguma das descrições acima, é do floral Aspen (Florais de Bach, na foto) que você está precisando. 

Ansiedade sem razão identificada, hipersensibilidade, medo do escuro ou do desconhecido, medos inconscientes, pesadelos, apreensão, presságios. Pessoas que se impressionam ou que se arrepiam com facilidade. 


O floral supera estes medos através do florescimento interno do amor, da fé, da autoconfiança, afastando os temores e esta inquietude vaga.


terça-feira, março 17, 2015

Consultas online

São muitos os mails que recebo diariamente perguntando como funciona a minha consulta online.


Aproveito então para republicar este post antigo mas que ainda é muito válido e esclarecedor. Li a matéria em um jornal canadense, quando ainda morava em Toronto, Canadá, sobre o número cada vez maior de consultas terapêuticas online, as e-therapies.

Os argumentos para explicar cada vez mais adeptos da prática são os mesmos que eu já uso há muitos anos, quando comecei com este tipo de consulta (aliás, fui a primeira no Brasil a oferecer consultas florais on-line), meio que por acaso e que depois se tornou a regra e não a exceção.

Algumas das explicações dadas pelas pessoas entrevistadas foram:
Conveniência de você ter sua sessão a qualquer hora do dia e em qualquer lugar, especialmente nos dias de hoje em que todos correm contra o tempo
As pessoas tendem a organizar melhor seus pensamentos quando estão escrevendo, chegando ao cerne do problema mais rápido
Possibilidade do cliente poder reler as respostas do terapeuta sempre que precisar de novo fôlego
Através do mail, a pessoa tem a certeza de que escreveu tudo o que precisava e não sai da consulta com um "eu deveria ter perguntado isso" na ponta da língua
Muita gente se sente mais à vontade para expor seus sentimentos na sessão online do que no contato cara-a-cara.

Não estou aqui pregando que a consulta online é a melhor, mas, sim, que também é uma opção viável e atual. Toda forma de cura tem seu espaço. Segundo o jornal, o nível de satisfação dos pacientes online é o mesmo do dos outros. E, pra finalizar, eles lembram que a e-theraphy é uma nova abordagem de uma antiga tradição: Freud escrevia cartas como parte da sua prática de aconselhamento.

E Edward Bach também!


Querendo saber mais sobre minhas consultas online, é só escrever: carolinaareas@yahoo.com.br !

terça-feira, março 10, 2015

Socorro!

Eu sempre recomendo que meus clientes tenham um vidrinho de Rescue Remedy, de Bach, ad aeternum em casa. Pros momentos de aflição, de desorientação, de stress, de emergência, de qualquer virada emocional ou mesmo para a entressafras entre uma consulta e outra.

Esta fórmula composta _ uma combinação dos florais Cherry Plum, Impatiens, Clematis, Rock Rose e Star of Bethlehem _ é extremamente útil em situações de choque e de dor emocionais extremas, pois traz de imediato calma e estabi

lidade. É um primeiro-socorro para a alma, restaurando o equilíbrio e a harmonia em momentos de crise: susto, pesadelo, desespero, descontrole e tensão nervosa.

Recebeu um telefonema ruim, uma notícia inesperada? Rescue. Está tendo um dia ruim e precisa de uma ajuda? Rescue. Vai fazer uma prova e está nervoso? Rescue. É hoje o dia de assinar um documento importante ou tomar uma decisão fundamental? Rescue. Uma irritação inexplicável? Rescue.

Dos outros sistemas há os Buquês de Cinco Flores e de Nove Flores, de Minas, o Emergency Essence, da Austrália, e o Crisis-Desert Emergency Formula, dos florais do Deserto.


Leia mais sobre o Rescue Remedy e algumas de suas essências:
 • Clematis, parte I e parte II

quarta-feira, março 04, 2015

Relação com o tempo

Tenho um pequeno jardim nos fundos da minha casa.


Muita calma nesta hora!
Em abril do ano passado, ele esteve no seu esplendor. Todas as árvores e arbustos viviam repletos de flores. Até que todos os insetos do mundo resolveram se hospedar por aqui. Não sobrou folha sobre folha.

As flores morreram. Os galhos secaram e as poucas folhas que restaram ficaram todas mordidas. Meu desânimo inicial foi tomado rapidamente por uma vontade enorme de trazer a primavera de volta para o meu jardim.

Pesquisei, comprei inseticida, adubo, aparei, reguei. E nada. Fiz de novo o mesmo ciclo. Nada ainda. decepcionada e irritada, pensei em aterrar tudo. Mas o jardineiro do vizinho deu um pulo aqui e falou pra eu continuar firme e forte que tudo ia brotar novamente. Difícil de acreditar diante de tanto galho seco.

Mas eis que dez meses depois, quase na primavera, o meu jardim está mesmo florescendo. E está lindo.

Pensei nisto como uma boa metáfora para a vida. Foram 10 meses de espera e sem ver sinal de melhora. Quantas vezes na vida também não pensamos em desistir porque nada parece mudar, porque as coisas não acontecem no nosso tempo ou, pior, nem dão sinal de que vão acontecer em algum momento.

Mas nada é para sempre. Nem as pragas no jardim. 

O floral Impatiens (Bach) é perfeito para quem quer que as coisas andem mais depressa e começa a ficar impaciente e irritado quando isto não acontece.

Maravilhosa para a tensão nervosa, irritabilidade e pressa, também é ótima para pessoas que têm dificuldade em aceitar o ritmo dos outros, que fazem tudo depressa e acabam preferindo agir sozinhas.


Antes que a impaciência seja maior do que você e acabe sobrando para os outros também, tome gotinhas de Impatiens!




domingo, fevereiro 08, 2015

Exaustão da vida moderna

Ando tão sobrecarregada que às vezes acordo e tenho até medo de abrir os olhos. É família. São os cachorros. Trabalho. E como moro fora do Brasil, é limpeza, cozinha e uma eterna pilha de roupas para lavar, dobrar e guardar. E como tenho um projeto voluntário pessoal (leia aqui sobre o Word Rocks Project), preciso arranjar tempo para cuidar dele todos os dias. E ainda tem a vida social. Os cafés muitas vezes nunca tomados com as amigas. E este mundo eletrônico que manda WhatsApp sem parar. E todos os mails que não consigo responder. E os livros que não tenho tempo para ler. As revistas que não consigo folhear e os filmes que demoro a ver. Sem falar na prática de exercício, nula, sempre empurrada para o ano seguinte.

Aposto que você se reconheceu no primeiro parágrafo, não? Esta danada da vida moderna que tanto nos exige mas que ainda não arrumou jeito de aumentar as 24 horas do relógio para 30 horas diárias. E a culpa de não dar conta de tudo e muito menos de dar conta de tudo de maneira perfeita.

Exaustão??!!

Lápis e papel na mão para notar alguns florais que podem ajudar!

O Elm (Bach) é para aqueles que sofrem porque sua carga de responsabilidades é grande demais e ele pensa que não vai dar conta. Esta aflição mental vira angústia no coração. A essência resgata a segurança, dissolvendo as dúvidas e a sensação de incapacidade e também revitalizando os centros de energia do corpo.

Os tipos Oak (Bach) são extremamente responsáveis e tem uma força de vontade enorme. Justamente por esta capacidade e vontade férrea não percebem os limites do corpo e não deixam de lutar nunca. Pedir ajuda é algo que nunca lhes ocorre. Quando ficam doentes se desesperam! O floral ensina que a força precisa ser usada com sabedoria. Flexibilidade e equilíbrio são importantes para não chegar ao desgaste. 

Para quem faz esforço além da conta e somatiza este esgotamento através de tensão e dor muscular, Dandelion (Califórnia, na foto) ajuda a dissolver a compulsão pelo excesso de atividades e responsabilidades.


terça-feira, fevereiro 03, 2015

Use sua sensibilidade a seu favor

Há alguns anos meu filho me surpreendeu com o seguinte comentário: "O mundo seria um lugar horrível se as mães não existissem". Quando perguntei o motivo, ele explicou e, de quebra, deu vários exemplos. Trocando em miúdos, o mundo que para ele às vezes parece tão assustador é um lugar onde não existe a sensibilidade feminina. Traduzindo as palavras de uma criança: seria um mundo sem colo, carinho e nem suavidades. Sem pausa para delicadezas e pequenos cuidados. Com ouvido pouco atento à voz da intuição ou tampouco o olhar terno e amoroso às necessidades do outro. Sem calma e paz na loucura do dia-a-dia.
A sensibilidade reside dentro de cada um de nós e obviamente se expressa de maneiras diferentes. Mas, em linhas gerais, na mulher este sentimento é, sem dúvida, mais aguçado. A compaixão, a empatia, a ternura, a emoção à flor da pele estão totalmente associados à imagem feminina.

A FORÇA DA SENSIBILIDADE

É uma pena, entretanto, que muitas vezes sensibilidade seja tomada como sinal de fraqueza. Em um mundo que cada vez mais dá espaço para a razão, a competitividade, a força e a agressividade como ingredientes vitais para uma receita de sucesso, ser sensível poder ser considerado uma debilidade, o que é uma injustiça e um erro. A humanidade precisa desta sensibilidade feminina para deixar tudo mais ameno, delicado e aprazível. Mais fácil de viver e conviver. Esta sensibilidade que aconchega, ampara e presta atenção a tudo o que vem do coração.
Na vida é preciso ter suavidade, doçura e leveza. Ser sensível é saber ouvir e respeitar a opinião alheia, conciliar as diferenças, minimizar os problemas, agregar o que está inconciliável. E isto a mulher faz tão bem, tão bonito!
Permita-se deixar aflorar seu lado mais sensível. Aqui estão algumas sugestões:
  • Sua sensibilidade e suas emoções são mensageiras do que está dentro de você. Negá-las é como negar quem você realmente é. Entendê-las e expressá-las positivamente ajuda a fluir melhor na vida pois assim você reage melhor aos desafios, melhora sua capacidade de se comunicar com os outros e, por consequência, passa a vivenciar relações mais satisfatórias.
  • Meditar ajuda muito a entrar em contato com quem você realmente é. Manter um diário também é excelente para o autoconhecimento. Lá escreva sem pudor sobre como você se sente e se coloca no mundo. E depois de alguns dias, releia com carinho o que escreveu. Repita para você mesma frases como "Eu aceito minha sensibilidade como canal de expressão" e perceba se você fica confortável e confiante ao dizer isto.
  • Outra maneira de entender esta sensibilidade é prestando atenção ao que o seu corpo diz. Borboletas no estômago, tensão nos músculos, dor de cabeça podem dizer muito do que está dentro de você.
  • Exponha abertamente seu amor aos outros, não tenha vergonha dos dias de mau humor que a TPM pode trazer, da raiva que surge diante de situações de injustiças, do choro fácil que brota num momento de tristeza. Tudo isto faz parte de você também e colocá-los para fora só lhe torna mais humana.
  • Meditar é uma maneira mais do que comprovada de profundo autocuidado tanto para mente quanto para o corpo. Dedique alguns minutos do seu dia para acessar este lugar dentro de você, onde é possível sentir uma paz restauradora e onde há a chance de encontrar apenas uma pessoa: você mesma. Ao se encontrar, preste atenção aos seus sentimentos, aceite-os, entenda-os. Entendendo-os, você consegue expressá-los melhor.


Por mais que a correria do dia-a-dia ou as exigências de um mundo cruel cobrem de nós vestir a capa de Super-Mulher para que possamos dar conta de tantas pressões, não deixe nunca suas emoções escondidas embaixo da pele. Cabe a nós, mulheres, manter acesa a chama desta força que reside na sensibilidade.