quinta-feira, janeiro 27, 2011

Pelo fim da síndrome da perfeição


Você é daqueles que no trabalho sempre acha que poderia ter feito um pouquinho melhor, mesmo tendo se dedicado de corpo e alma a um projeto? Ou revê, revê e revê a tarefa realizada e continua encontrando detalhes a serem aprimorados ad infinitum? Então, talvez você, como muitos outros, sofra da síndrome da perfeição. Leia mais sobre o assunto no texto que escrevi para a Revista Personare.

É só clicar aqui.