sexta-feira, setembro 09, 2011

Você é workaholic por opção?


Trabalhar fazendo o que se gosta pode, sem dúvida nenhuma, ser uma grande fonte de prazer. Mas é preciso tomar cuidado quando, gradativamente, as horas de trabalho vão se sobrepondo aos momentos de lazer, ao tempo com a família e os amigos e aos cuidados com você mesmo.
Vivemos numa era em que ser um workaholic - expressão americana que define as pessoas viciadas em trabalho - faz parte da cultura. Há mais de dez anos, eu mesma trabalhei numa empresa em que sair na hora do fim do expediente era visto como um verdadeiro crime. Lembro até hoje de um dia em que deixei o escritório - sem pendência nenhuma, claro - quinze minutos depois do horário de saída estipulado e um dos diretores me olhou torto e disparou em um tom de crítica que me fez querer sumir do mapa: "Mas já vai indo?"
Pouco depois tomei a sábia decisão de pedir demissão antes que esta cultura do exagero e do despropósito me corroesse e trouxesse problemas de saúde. Porque, na prática, os funcionários desta empresa tiravam duas, três horas de almoço... mas sair no horário, nem pensar! Foi por isto que não me espantei ao ler no jornal, alguns anos depois, que este mesmo diretor havia enfartado.
Mas, e se você é o único responsável por deixar as horas de serviço se estenderem além da conta enquanto está envolvido pelas tarefas? Ou leva trabalho para casa porque precisa ajustar uma coisa aqui ou outra lá? Seja por motivação, por compulsão ou por necessidade, o resultado do excesso é fácil de medir: estresse e a sensação esmagadora de carregar uma couraça.
"Seja por motivação, por compulsão ou por necessidade, o resultado do excesso é fácil de medir: estresse "

PAUSAS PARA EQUILIBRAR

Há de se ter cuidado para não exceder os limites naturais do corpo e da saúde que acabarão drenados por este ritmo de trabalho tão intenso. É preciso ficar atento à importância da pausa, do relaxamento, da alegria.
É claro que não estou fazendo apologia à irresponsabilidade mas, sim, um alerta a necessidade de encontrar equilíbrio num ritmo de vida intenso. Afinal, a felicidade é uma escolha e cuidar da saúde e do espírito é um hábito que precisa ser cultivado diariamente.
Caso você não saiba como fazer esta pausa na rotina de trabalho, veja como os florais abaixo podem lhe ajudar:
  • Dandelion (Califórnia) - indicado para quem tem tendência a trabalhar em excesso e, como consequência, acumular tensão corporal e estresse.
  • Elm (Bach) - para quem costuma assumir muitas responsabilidades e tarefas e acaba se sentindo sobrecarregado.
  • Oak (Bach) - esta essência é boa para quem precisa aprender a delegar tarefas e receber ajuda dos outros ao invés de se pressionar até o limite físico e de responsabilidade.
  • Zinnia (Califórnia) - perfeito para os workaholics e para quem tem dificuldade em relaxar e divertir-se. Indicado para o excesso de trabalho.