sexta-feira, novembro 11, 2011

Doe palavras

Amor, tempo, dinheiro. Abraços, sorrisos, sangue. É sempre possível doar alguma coisa.

Durante uma conversa informal com minha querida editora da Revista Personare, Luciana Ramalho, dividi com ela a idéia de um projeto que eu e meu filho havíamos acabado de colocar em prática aqui na cidade onde moramos. De prontidão, ela disse que se encaixava perfeitamente em um especial da revista sobre solidariedade. 

Então, segue a história sobre o projeto "doar palavras" feito a quatro mãos com meu filho. Para ler, clique aqui.