domingo, março 31, 2013

Páscoa feliz

O primeiro telefonema veio às seis e meia da manhã. Uma das primas do meu marido ligou desejando feliz Páscoa. Inspirada pelo carinho, resolvi telefonar para alguns parentes e amigos. Há tempos venho falando aqui sobre o quanto considero importante a comunicação pessoal, exclusiva, calorosa, ao vivo!

Entre uma chamada e outra, o telefone tocou várias vezes também! Parecia que uma corrente de amor havia se estabelecido e irradiava tanto quanto recebia energia. Como eu sempre digo, amor doado é amor multiplicado. 

Quando saí para caminhar com meu cachorro, às dez da manhã, me senti plena. No caminho, abençoada pelo lindo céu azul da Califórnia, compreendi, senti no coração de verdade, como o amor é uma energia sem barreiras.  Quando o afeto é verdadeiro, não tem distância que impeça a pessoa de sentir o afago que  vem de longe.

E um domingo que poderia ser solitário (até meu marido está viajando!), foi pleno de amor, de troca, de gente querida me cercando de telefonenas por todos os lados. Uma Páscoa feliz.

Como dica do dia, dois florais.

O Blackberry, da Califórnia. Ficou com vontade de demonstrar carinho e amor para alguém mas já se acostumou ao comodismo de o fazer em rede social para alcançar muita gente ao mesmo tempo? Este floral transforma os objetivos em ação concreta. Vai... estende a mão, pega o telefone e, ao invés de teclar uma frase feita qualquer, mostre isto de maneira mais ampla e profunda a alguém querido.

E o Mallow, também da Califórnia, que tem como qualidade despertar o lado caloroso e acolhedor das pessoas. Abrir o coração aos outros é essencial para que a alma possa florescer.