quinta-feira, outubro 17, 2013

Precisa mesmo ser tudo sempre igual?


Lá vou eu mais uma vez falar sobre um um assunto que muito me aquieta: as redes sociais.

Depois de migrar o Word Rocks do Facebook para o Instagram, me impressionei com (mais) outra característica aflitiva: a repetição das "fórmulas de sucesso" na tentativa de ganhar "audiência".

Como se não bastassem os cansativos 'selfies' (leia aqui sobre o tópico), é um tal de xícara de café, look do dia, frases fofas, pratos de comida, fotos de pés ou sapatos, folha ou flor solitárias no meio do concreto. Nada se cria, tudo se repete e a falta de criatividade impera. Ninguém inova.


Realmente as pessoas gostam de serem todas iguais? É tão bom ver ideias novas, propostas frescas e inovadoras, um diferencial no meio do mar da mesmice! Copiar o tempo todo para se sentir incluído ou ganhar alguns likes a mais não alimenta a alma!

Pensando nesta mesmice, sugiro uns florais que ajudam a restaurar a individualidade e fazer a pessoa ser ela mesma e não mais 

Violet (Califórnia) -  excelente essência para que o indivíduoi mantenha sua identidade numa situação de grupo.

Goldenrod (Califórnia) - este floral é indicado para quem é muito facilmente influenciado por laços grupais ou familiares ou para aqueles que se sujeitam à pressão do grupo achando que assim suprirá as expectativas dos outros.

Walnut (Bach) - algumas gotinhas desta essência faz com que a pessoa permaneça fiel a si mesma e aos seus ideais ao invés de se deixar influenciar por ideias alheias.