terça-feira, janeiro 14, 2014

Limpando a amargura do coração

"A vida não é justa comigo".

Ouvi isto semana passada de um paciente. Tentei mostrar as tantas coisas boas que esta pessoa tinha conquistado assim como tudo de bom que vinha acontecendo em sua vida nos últimos anos. Nada. A amargura estava lhe toldando a percepção e ele só enxergava o que não gostava.

Olhos marejados, voz de choro, ressentimento e mágoas com todo mundo, reclamações que não acabam mais. Mesmo depois de um dia ótimo, uma pequena detalhe é capaz de colocar tudo por água abaixo e a pessoa se transforma em um muro de lamentações. Este é o perfil típico de quem precisa do floral Willow, de Bach. 

Esta essência acaba com a postura de coitadinho, de vítima da vida. Lamentação é seu nome. O floral ameniza a pena de si mesmo e o tipo Willow positivo percebe que os revezes fazem parte da existência, aprendendo a ter jogo de cintura para encontrar saídas nas situações com que se depara vida afora.

Ele passa de espectador a ator principal e aprende a olhar a vida de maneira positiva, com a consciência de que não são os outros que lhe causam contratempos mas ele que permite que as coisas o incomodem tanto.

A essência suaviza o ressentimento e a postura de eterna vítima das circustâncias. Ele assume a responsabilidade por suas situações na vida escolhendo atitudes positivas e, portanto, colhendo resultados positivos também.

Lema de 2014: positividade sempre!