segunda-feira, fevereiro 17, 2014

Quanto riso, oh, quanta alegria

Quem não tem um amigo palhaço, aquele que é a alegria da turma, pra lá de popular? Nas festas, está sempre fazendo todo mundo rir.

Muitas vezes, esta personalidade animada, que é pura alegria, gozação e brincadeiras, esconde atrás desta máscara de bom humor uma ansiedade profunda e a dificuldade em lidar com a dor emocional. Difícil alguém acessar seu coração.

Ela faz de tudo para não lidar com suas dores e angústias: conta piadas, liga a televisão, toma uísque, sai pra fazer compras. Tem dificuldade em ficar sozinho.

Muitos se envolvem em vícios para anestesiar os sentimentos.

Pessoas assim encontram a paz com o floral Agrimony (foto), de Bach. Mas, uma paz interior e não uma aparente paz com o mundo, valorizada pelos outros.


Com o Agrimony, ao invés de mascarar a angústia com um verniz superficial, ela aprende a lidar honestamente com suas dores (quem não as têm?) e transformá-las positivamente. Negar os aspectos negativos da vida não leva ninguém a lugar nenhum. Saber encará-los e modificá-los, isto sim, é a grande sacada da vida!