quarta-feira, março 04, 2015

Relação com o tempo

Tenho um pequeno jardim nos fundos da minha casa.


Muita calma nesta hora!
Em abril do ano passado, ele esteve no seu esplendor. Todas as árvores e arbustos viviam repletos de flores. Até que todos os insetos do mundo resolveram se hospedar por aqui. Não sobrou folha sobre folha.

As flores morreram. Os galhos secaram e as poucas folhas que restaram ficaram todas mordidas. Meu desânimo inicial foi tomado rapidamente por uma vontade enorme de trazer a primavera de volta para o meu jardim.

Pesquisei, comprei inseticida, adubo, aparei, reguei. E nada. Fiz de novo o mesmo ciclo. Nada ainda. decepcionada e irritada, pensei em aterrar tudo. Mas o jardineiro do vizinho deu um pulo aqui e falou pra eu continuar firme e forte que tudo ia brotar novamente. Difícil de acreditar diante de tanto galho seco.

Mas eis que dez meses depois, quase na primavera, o meu jardim está mesmo florescendo. E está lindo.

Pensei nisto como uma boa metáfora para a vida. Foram 10 meses de espera e sem ver sinal de melhora. Quantas vezes na vida também não pensamos em desistir porque nada parece mudar, porque as coisas não acontecem no nosso tempo ou, pior, nem dão sinal de que vão acontecer em algum momento.

Mas nada é para sempre. Nem as pragas no jardim. 

O floral Impatiens (Bach) é perfeito para quem quer que as coisas andem mais depressa e começa a ficar impaciente e irritado quando isto não acontece.

Maravilhosa para a tensão nervosa, irritabilidade e pressa, também é ótima para pessoas que têm dificuldade em aceitar o ritmo dos outros, que fazem tudo depressa e acabam preferindo agir sozinhas.


Antes que a impaciência seja maior do que você e acabe sobrando para os outros também, tome gotinhas de Impatiens!